quarta-feira, 1 de julho de 2009

R E E N C O N T R O


Pratico poemas
campo restrito:
Lápis e papel,
colo o ouvido no escuro
começo a escutar a vida.

Vozes de passados
saudades mortas
pontas de inumeros cigarros
tempo de espera
chegada aguardada...

Cadeias do passado,
angustias mofadas
destinos desconexos
desencontros e desventuras
ânsia de libertação.

Desponta no Hall
tua figura sensual
oásis da memória,
marretas internas
demolindo o tempo...

Vendi minha alma
vivi o pecado
sou nada neste instante
meu Deus!
O que fiz da minha vida!

Ando ao seu encontro,
rosto corado
pensamentos confusos,
cadê a palavra salvadora?
Quando vai surgir?...


"Uma bela mulher falou, e tudo ficou cheio de cores."


T@CITO/XANADU

3 comentários:

O Profeta disse...

Uma paixão desapaixonada
Uma razão desencontrada
Uma palavra vazia de sentido
Uma inquietação gerada do nada

A calmaria é o fim da tempestade
Ou será o princípio da tormenta?!
As velas recolhem o vento
Minha alma acolhe o que o coração inventa


Boa semana



Abraço

REGGINA MOON disse...

Reencontros...sempre estamos a espera deles..muito bom!!

Obrigada pela visita e referente ao seu comentário, o poema cantado deve ser muito lindo...nunca ouvi.

Abraços,

Reggina Moon

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,