segunda-feira, 27 de julho de 2009

ERA UMA VEZ...


No reino da blogosfera, morando na corola de uma flor purpúrea, vivia uma pequena Dríade.
Ali, as manhãs eram brancas, as tardes lílases, e as noites sempre azuis. A brisa vinha impregnada de aromas sutilíssimos, enquanto caíam lentamente doces gotas de mel no tapete de pétalas de rosa que atapetavam o chão. Pequeninos pássaros de plumagens coloridas, voejavam suavemente com suas asinhas brilhantes, entoavam cantos argenteos, como preces dirigidas a perfeição...

A pequena Dríade era feliz no reino da blogosfera. Sempre encantada e sonhadora, pois, aquele mundo fantástico sempre a transportava para além do sonhar.

No outro lado de um regato que os separavam, existia um blog onde não se escutava o cascatear de um som, onde as brumas faziam morada, lá o sol era violáceo e tinha a forma de um dente de dragão, onde o vento arrancava folhas secas de arbustos esquálidos, e onde havia flores pálidas, que destilavam um néctar sem sabor.

A pequenina Dríade olhava com terror para aquele blog, e estremecia as suas asinhas transparentes, que se alavam, nervosas, levando-a para o alto, trespassadas por raios de luz lílases. Um dia, porém, quando a pequena Dríade do reino da blogosfera procurava alcançar o pólen das flores, que andava no espaço, sem mais olhar para o seu reino, voou para o outro lado.

É que ela havia visto, ali, um pequeno companheiro, que lhe acenava um chamado. Era um Elfo solitário, que habitava um velho tronco de carvalho. Vindo, de um oásis de palmeiras tristes, para a planura infinda daquele blog deserto chamado XANADU, em busca da sua paz solitária.

Vendo tanta beleza e tanta luz, o Elfo do mundo da poesia sonhou, que transformaria aquele blog num país de delícias sem conta, bastando para isso um pouco de amor, e um toque feminino...

...Continua


T@CITO/XANADU