sexta-feira, 1 de maio de 2009




para encher os bolsos da burguesia ociosa





Trabalhar é bom?
Tento aguentar.
8 horas já está bom,
agora vou descançar.
As vezes trabalho
pois, preciso gastar.
Ato falho que eu mesmo criei,
só sonho se der pra pagar.
Com muita pressa,
corro atrás da grana,
atrás da fama,
que loucura é essa.
Mãos para o alto,
é um assalto.
A carteira...
Dei bobeira.
Consciência social,
produtor cativo.
Alienação total,
apenas sobrevivo.
Quero me libertar,
da obsessão de conquistar.
Ser dono do meu tempo,
dar vasão ao pensamento.
Preguiça é pecado?
Fico calado!
Que bom, que feio!
Melhor que viver estressado.