domingo, 3 de janeiro de 2010

REGRESSANDO...


Andei pensando...
Avaliando o ano que passou
Deixei-me levar pelas queixas
Calado, vi meu ânimo enfraquecido
E desejos reprimidos

Fiz arremedo de poesia
Quando longe me escondia
Acabrunhado na lama putrefata
Exalava o odor horrivel
Da minha alma vazia

Se minha lágrima
Nada representou
A ti nada inspirou
Não esqueça que eu,
Não menti, não fingi, não enganei

Ainda que andei distante
Tive pressa em vosso rastro,
Em captar a alma.
Modelar o sonho,
Em rimas o esculpindo

Há quanto tempo poesia!
Você dormia,
Num sono pesado, profundo
Lá no fundo
Da minha alma de poeta...

Desperta poesia!
Sai desta letargia,
Inspira-me a escrever,
Tropegamente
Uns versos...

Levanta poesia!
E desafia
O raciocínio lógico,
O conhecimento científico,
O pragmatismo do intelecto...

Luta poesia!
Vence a apatia,
O estress do dia a dia,
A mediocridade
A sociedade vazia...

Grita poesia!
Nessa poesia para a poesia
Faz ecoar o seu grito!
Diz que você pode ser adormecida
Mas, em mim nunca morta...

(Nada sou sem essa volúpia de criar no vazio...)


6 comentários:

Guará Matos disse...

Querido amigo,
Eu também me senti assim esse ano que passou. Sem ânimo, sem vontade, sem nada. Num abandono de mim mesmo. Sei lá, é uma merda se sentir assim. Ainda bem que minha "produção" de textos não foi abalada e pude encontrar pessoas bacanas e também solícitas que curtem o que faço e eu sou recíproco a isso.
Um grande abraço.

Paulo Braccini disse...

acho q esta síndrome de fim de ano acomete a todos ... por mais que vivamos ela não nos deixa de atormentar ... mas tenho aprendido a fugir desta angústia latejante ... não vale a pena perder tempo na vida com ela ... ela chega e vai só qdo lhe apetece ... então ... embrulho em papel de seda e jogo no aterro dos dejetos de minha alma ...

"Nada sou sem essa volúpia de criar no vazio... maravilha isto ...

bjux

;-)

Graça Pereira disse...

"Grita poesia"... e enquanto houver gente a escrever assim... a poesia nunca estará morta!! Parabens!
Um beijo amigo
Graça

§Alma§ disse...

Jamais... jamais morta em ti!
Bravo!!!

Abraços, poeta!
Um novo ano com muita PAZ (e poesia, claro!!!rs)

mARa disse...

Querido Poeta que linda poesia gritante,reverberou em meus sentidos, fez barulho em minha alma, vc sempre consegue isso, faz-me pensar o qto estou calada. Lindo o que escreveu, Meu Augusto dos Anjo contemporaneo.

Beijo menino Lindo!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,