segunda-feira, 23 de março de 2009

I N C O M E N S U R Á V E L


Convida-me a viver em seu mundo,
posso chegar lá em um segundo.
Leva-me desse mundo já perdido,
antes que eu seja de todo consumido.

Não irei sem saber,
em nenhum instante irei sofrer.
Em sonhos de amor e viver,
Fiz trocas para aprender a morrer.

É ido meu instante,
de querer viver.
Meus legados são meus,
e isso já é bastante.

É vida que vai, é vida que vem.
Esperança que pensei ter,
certeza que ninguém tem.
Utopia de passivos,de terem o "ter"...

Liberta meu espírito,
repleto de eufemismo.
Desata meu coração contrito,
deixa-me mergulhar no abismo.

Serei capaz então, de um àtimo de euforia.
incursionar no inferno,
deleitar em doce agonia.
Envolto na magia de um grande amor eterno.




T@CITO/XANADU