quarta-feira, 21 de outubro de 2009

INFORTÚNIOS DE POETA


Quero o desatino
Quero o delírio
Quero a azáfama da loucura
Quero as artimanhas insidiosa da paixão
Quero a gangorra do desvario
Quero embriagar-me os sentidos
Quero saciar a sede de antigos amores

Embora, já se tornou inútil
andar querendo
andar sofrendo
andar sentindo
ou andar, simplesmente
De minhas mãos se desprendem
gestos solitários
tenho esperanças
tenho sementes
mas não tenho terras
onde semear

Não sinto
Sempre soube que não sinto
Consciência do não-sentir,
plena e total.
Coisas existem em mim,
situações vivem minha forma
Sem personagens
Sem encontros
Distâncias se realizam
e cada caminho é direção inexistente
que se fixa no nada.
Venha de onde vier,
pode ser de longe muito adiante.
Só há uma distância para mim:
Aquela que construo e conquisto,
a partir de mim mesmo
e do mais em que vivo.
Penso no teu nome
como uma confusão de letras
que alimenta minha sozinhês.
Te escrevo
Palavra e mulher
Querendo tua presença
Somando meus espaços noturnos.



3 comentários:

Vivian disse...

...um dia me disseram
ao pé-do-ouvido que todo
poeta é solitário.

será?

que sina!!!

beijo, lindo!

Layara disse...

Só posso dizer ou escrever ou pensar, Uauu! rssss...gostei que me enrosquei nessas palavras de neologismos: sozinhês!

Andando,falando,querendo,amando,esperando...
sozinho em movimentos solitários quero o desatino dos sentidos embriagados saciar minha sede...

Poema Sentido, erótico,triste, embriagante. Ficou Lindo! Parabéns!

beijo

[aqui nevoeiro de inverno em plena primavera, depois da tempestade, um novo dia de névoa e assim vamos.]

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,