sábado, 17 de janeiro de 2009

A ELOQUENCIA DO SILÊNCIO


Cai a chuva
Cai o pano
entra mês
sai o ano

Cai a noite
sai o sol
Sopra se a flauta
Ouve se um bemol

Lê se na pauta
Uma clave de sol
No silêncio da noite alta
A melodia do dia.


Entre os que sabem ouvir:
"...Filhote de sol raio da manhã..."
Debaixo do arco,um barco,em Veneza...uma beleza!


T@CITO/XANADU